“Foram-me ao bolso” e a culpa foi de Passos e Cavaco - Renascença

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, disse que o clube, enquanto instituição, não sentiu muito a falência do BES mas reconhece que, pessoalmente, acabou por se sentir lesado.
Em entrevista ao Porto Canal, Jorge Nuno Pinto da Costa culpou o primeiro-ministro e o Presidente da República.
“Fui prejudicado com a falência do BES em números significativos. Nunca tive acções do BES em 50 anos que joguei na bolsa. Mas quando vi as acções a descer e ouvi Passos Coelho a dizer que o banco era seguro e tinha almofada para pagar o dobro das dívidas, quando ouvi Cavaco Silva a dizer o mesmo, eu, que confiava nas suas palavras, fui comprar acções do BES. Senti-me vigarizado, foram-me ao bolso. Agora, não faço ideia se ambos vão indemnizar os que enganaram. Mas pelo BES não fui enganado”, disse.
Noutro âmbito, o presidente do FC Porto considerou “justíssimo” o empate (1-1) em Alvalade, jogo da jornada seis da I Liga.
“Tenho de aceitar. Foi o que foi. Cada um marcou um golo, ambos resultantes de erros. Até nisso ficaram as duas equipas ficaram empatadas. O Sporting teve uma bola na barra, o FC Porto teve duas jogadas, do Herrera e do Jackson, e uma grande penalidade não assinalada. Mas isso fica para a história”.
Nesta entrevista, Pinto da Costa aproveitou para elogiar a escolha de Fernando Santos para seleccionador nacional. “Fiquei muito contente com a escolha de Fernando Santos. Somos grandes amigos e tenho uma grande admiração pessoal por ele. Ser seleccionador era um sonho que ele tinha e que consegue alcançar. Neste momento, é a solução certa. É um homem sério, com princípios de vida, integro, conhecedor do futebol e inteligente”.
O antigo técnico nacional não foi esquecido. O líder dos dragões diz que ficou surpreendido com “a renovação de Paulo Bento antes do Mundial”. “E surpreendeu-me a presença dele no banco no jogo com a Albânia. A era Paulo Bento devia ter terminado após o Mundial”.

Nani envolvido em acidente de automóvel em Lisboa - Desporto - DN

O futebolista do Sporting saiu ileso de um choque com uma viatura e uma placa de sinalização. “Susto” não coloca utilização no “clássico” com o FC Porto em risco.
Nani esteve envolvido, nesta quarta-feira, num acidente de viação, do qual saiu ileso e sem quaisquer ferimentos.
O extremo do Sporting chocou com outra viatura e com uma placa de sinalização junto ao Casino de Lisboa, perto do Parque das Nações, pouco antes das 13.00.
A viatura do futebolista ficou danificada, mas Nani saiu dela pelo próprio pé e assinou, juntamente com o outro condutor envolvido no choque (também sem ferimentos), uma declaração amigável, sem envolver as autoridades.
Apesar do “susto”, Nani poderá jogar na sexta-feira, no “clássico” entre Sporting e FC Porto (20.30), que abre a 6.ª jornada da I Liga.

ABOLA.PT - Paulo Bento de saída

Fim de linha. Paulo Bento deixa selecção nacional - Renascença

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, através da sua página oficial na Internet, que terminou o vínculo contratual com o seleccionador Paulo Bento.

O organismo explica que a decisão foi “tomada conjuntamente” com o seleccionador, ao qual agradece pelo apuramento para o Euro-2012 e para o Mundial-2014.

A FPF termina o comunicado afirmando que está “a trabalhar” para encontrar o sucessor de Paulo Bento.

Comunicado na íntegra:

"A Federação Portuguesa de Futebol comunica que hoje, 11 de Setembro, termina o vínculo contratual de Paulo Bento com a FPF e ao serviço das Selecções.

Esta foi uma decisão tomada conjuntamente entre a Direcção da FPF e Paulo Bento.

Agradecemos tudo o que Paulo Bento fez pela nossa Selecção, nomeadamente pelo apuramento de Portugal para o EURO 2012 e para o Mundial 2014.

A FPF já esta a trabalhar numa solução estruturada para dirigir as nossas Selecções e que será conhecida em breve.

Mais uma vez obrigado ao treinador Paulo Bento.”

Saiba por que Pepe sorriu depois do golo da Albânia - Desporto - DN

Avançado albanês contou a conversa que teve com o central português depois do golo à seleção nacional.
Causou estranheza a conversa e o consequente sorriso de Pepe depois de o albanês Bekim Balaj ter marcado o golo que valeu a vitória da Albânia sobre Portugal em Aveiro, no jogo de arranque da qualificação rumo ao Euro 2016.
Pois bem, o jogador albanês tornou pública a conversa que manteve com o central português e o porquê de Pepe ter sorrido.
“Logo que o jogo teve início o Pepe disse-me: ‘É melhor mudares de lado, vou anular-te neste jogo’. Eu respondi-lhe: ‘Não vou mudar de posição, o jogo começou agora e tenho muito tempo. Terás de esperar.”“, começou por contar Balaj ao jornal Albaniansport.net
Depois do golo, o avançado albanês dirigiu-se a Pepe e disse: “Avisei-te que tinhas de ser paciente. Nessa altura o Pepe não teve outra alternativa que não sorrir”.

Bento descarta demissão: 'Lenços brancos são naturais' - Desporto - DN

Selecionador nacional defende que “colocar já tudo em causa não é o melhor caminho” e diz que a derrota contra a Albânia foi “injusta”.
Paulo Bento, pela primeira vez enquanto técnico da seleção nacional, testemunhou um coro de assobios acompanhado por centenas de lenços brancos, na sequência da derrota por 1-0, em Aveiro, frente à Albânia. O selecionador nacional, no entanto, não pondera deixar o cargo.
“[Os lenços brancos] São situações normais do futebol, que nada vai mudar quando os resultados não correm de feição. Penso é que devemos respeitar as opções e decisões das pessoas e tentar continuar o nosso caminho. Sabemos que o jogo não correu de feição, apesar de achar o resultado injusto”, defendeu, em declarações à RTP Informação.
O técnico nacional considera que “colocar tudo em causa não é o melhor caminho” e continua a apontar ao primeiro lugar do Grupo I de apuramento para o Euro 2016. “Tentaremos”, vincou.
“Foi um jogo que não correu bem em termos de resultado, como é evidente, mas na primeira parte tivemos oportunidades para marcar. Tivemos o jogo durante 45 minutos completamente controlado. Nos últimos 20 minutos não estivemos tão bem (…) Na segunda parte entrámos e levámos um golo na única oportunidade da Albânia, quando estávamos em inferioridade numérica”, avaliou, lamentando “a questão da eficácia”.

Imprensa mundial: surpresa e vergonha de Portugal - Desporto - DN

Surpresa e vergonha são algumas das palavras utilizadas pela imprensa desportiva estrangeira para classificar a derrota, por 1-0, de Portugal frente à Albânia no primeiro jogo de apuramento para o Europeu de futebol de 2016.
O jornal espanhol AS fala em “Vergonhosa derrota de Portugal frente à Albânia”, considerando que, no primeiro jogo do Grupo I, a equipa orientada por Paulo Bento protagonizou “uma das suas piores exibições”.
O também espanhol El País refere que Portugal protagonizou “Outro fiasco” e entende que “a impotência demonstrada pela seleção de Paulo Bento no Mundial do Brasil voltou a repetir-se no primeiro jogo de qualificação para o Euro2016”.
Com o título “Portugal começa muito mal” o diário desportivo francês L’Equipe fala em surpresa total em Aveiro “onde Portugal perdeu pela primeira vez com a Albânia” e considera que “a caminhada lusitana para o Euro começou muito mal”.
Na Dinamarca, o Sporten entende que “Houve uma grande surpresa” no Grupo I “quando os favoritos portugueses perderam 0-1 em casa com a Albânia”.
Os dinamarqueses são os próximos adversários de Portugal no Grupo I, depois de domingo terem vencido a Arménia por 2-1, num encontro em que estiveram a perder por 1-0.
Na Albânia, o sítio de informação desportiva Sport.albeu dá, naturalmente, grande destaque à prestação da seleção orientada pelo italiano Giovanni de Biasi, dedicando uma foto galeria ao encontro de domingo.
Logo após o jogo, o Sport.albeu falou com Bekim Balay, que num curto vídeo dedica o golo apontado aos 52 minutos “à família e a todos os albaneses”.
O sítio desportivo, que lembra a ausência do lesionado Cristiano Ronaldo, publica também declarações do presidente da federação albanesa, Armando Duka, que se mostra “muito animado com a vitória histórica”.
Armando Duka considera que “Portugal jogou melhor, mas não conseguiu a vitória” e acrescenta “agora temos os pés no chão e vamos pensar num jogo de cada vez, mas temos o direito de estarmos felizes”.
Em Itália, a Gazzetta dello Sport fala de um magnífico golo de Balaj na vitória albanesa e de um “Clamoroso ‘flop’ de Portugal” que, apesar de não ter Cristiano Ronaldo, alinhou “com a maioria dos titulares que jogaram o Mundial do Brasil”.
No Brasil, a Gazeta Esportiva escreve que a “a ausência do melhor do mundo se refletiu no placar”, enquanto o Lancenet considera que a seleção “dececionou logo no primeiro jogo” e lembra os lenços brancos mostrados a Paulo Bento.
Na Argentina, o jornal Ole indica que “sem Cristiano Ronaldo, Portugal caiu de forma surpreendente frente à Albânia, que consegui o seu quinto triunfo como visitante em toda a sua história”.
Portugal, que ocupa a última posição do grupo, visita a 14 de outubro a Dinamarca, no mesmo dia em que a Sérvia — que ainda não se estreou — recebe a Albânia.

Paulo Bento já não é selecionador nacional - Desporto - DN

Terminou o reinado de Paulo Bento à frente da seleção nacional A, um reinado que se iniciou a 8 de Outubro de 2010. FPF garante que chegou a acordo com o treinador
Paulo Bento já não é selecionador. O presidente da Federação, Fernando Gomes, e o selecionador chegaram a um entendimento para a saída do treinador nacional.
A má campanha no Mundial do Brasil e a derrota com a Albânia (1-0), em casa, no arranque para o EURO 2016 ditaram a saída premeditada, apesar da renovação até 2016.
Bento sai ao fim de quase quatro anos no comando da seleção. O sucessor ainda não é conhecido, mas, tal como o DN já avançou na edição papel, Vítor Pereira e Fernando Santos são hipóteses em cima da mesa.
Eis o comunicado da FPF na íntegra:
A Federação Portuguesa de Futebol comunica que hoje, 11 de setembro, termina o vínculo contratual de Paulo Bento com a FPF e ao serviço das Seleções.
Esta foi uma decisão tomada conjuntamente entre a Direção da FPF e Paulo Bento.
Agradecemos tudo o que Paulo Bento fez pela nossa Seleção, nomeadamente pelo apuramento de Portugal para o EURO 2012 e para o Mundial 2014.
A FPF já esta a trabalhar numa solução estruturada para dirigir as nossas Seleções e que será conhecida em breve.
Mais uma vez obrigado ao treinador Paulo Bento.

Lenços brancos para Paulo Bento após nova derrota - Desporto - DN

O centésimo jogo de Portugal em fases de qualificação para Europeus terminou com uma das derrotas mais desoladoras dos últimos anos. Depois da desastrosa participação no Mundial 2014, a seleção nacional perdeu, neste domingo, por 1-0, em Aveiro, com a Albânia, um resultado que compromete desde logo as aspirações rumo ao Euro 2016 e que valeu um coro de assobios e centenas de lenços brancos para Paulo Bento.
Face à apelada “renovação” na seleção nacional, e perante a ausência de Cristiano Ronaldo, Paulo Bento ofereceu a companhia de André Gomes e William Carvalho a João Moutinho e juntou Vieirinha a um ataque com Nani e Éder. Diante da 70.ª classificada da hierarquia da FIFA, perspetivava-se que Portugal vencesse com maior ou menor tranquilidade. Mas o impensável aconteceu.
A Albânia conseguiu o que só tinha feito, durante 51 anos de história, em Luxemburgo e Moldávia: venceu fora de casa num jogo de qualificação europeu. Um excelente pontapé à meia volta de Balaj, solto de marcação na grande área (52’), foi o suficiente para a Albânia assegurar a vantagem, mesmo tendo somado apenas dois remates e oito ataques em todo o jogo. Já Portugal fez 44 ataques e 19 remates, quatro à baliza, todos em vão.
Paulo Bento foi ao banco buscar os “meninos” Ivan Cavaleiro e Ricardo Horta, as únicas alternativas de ataque chamadas pelo selecionador (que mandou Bruma para a bancada), mas Portugal poucas vezes incomodou com real perigo o guarda-redes Berisha. Nani, com a braçadeira de capitão, procurou assumir o jogo, mas pouco vezes executou/definiu com acerto. Os incansáveis Coentrão e João Moutinho foram as únicas notas positivas no jogo da seleção.
Com esta derrota, Portugal caiu para o último lugar do Grupo I de qualificação, que inclui Dinamarca, Sérvia e Arménia. Os nórdicos bateram a Arménia por 2-1 e, recorde-se, os dois primeiros classificados serão apurados para o Euro 2016, sendo que o terceiro melhor posicionado dos nove grupos também seguirá para o Europeu. Portugal começou, no entanto, por perder em casa com a equipa teoricamente mais fraca…
Filme do jogo:
90+4’ Final do jogo! Portugal perde por 1-0, com a Albânia, no início da fase de qualificação para o Euro 2016. Paulo Bento ouviu coro de assobios e viu centenas de lenços brancos.
90+3’ Coro enorme de assobios em Aveiro, mesmo ainda havendo um minuto para jogar…
90+2’ Dezenas de adeptos mostram lenços brancos a Paulo Bento…
90’ Quatro minutos de compensação…
89’ Bom remate de André Gomes, um raro momento na partida, para uma boa defesa de Berisha.
87’ Remate cruzado de Coentrão, para Berisha segurar. O lateral-esquerdo e João Moutinho são os únicos a deixar notas positivas no jogo de hoje.
85’ Portugal com 39 ataques, contra seis da Albânia. E os assobios vão-se intensificando nas bancadas.
83’ Dezenas de adeptos vão deixando as bancadas…
82’ Éder tenta cabecear, mas erra o alvo.
81’ Substituição na Albânia. Saiu Balaje e entrou Cikalleshi.
81’ Ivan Cavaleiro, em lance individual, desperdiça um bom lance de ataque.
79’ Em quase 80 minutos de jogo, Portugal só atirou uma vez à baliza num lance de bola corrida. A Albânia também só o fez uma vez… mas deu golo.
76’ Coentrão cruza bem, Nani cabeceia mal.
75’ Substituição na Albânia. Saiu Lenjani e entro Lila.
74’ Substituição em Portugal. Saiu Ricardo Costa e entrou Miguel Veloso.
73’ A Albânia joga com o tempo. E não é possível censurá-los por tal, pois Portugal já deitou 70 minutos “ao lixo”.
71’ Paulo Bento chama Miguel Veloso. É a resposta do selecionador para quem necessita de ganhar o jogo.
70’ Cartão amarelo para Berisha, por conduta antidesportiva. Seis albaneses estão amarelados.
70’ Ricardo Horta acerta na trave! Na sequência de um mau remate de Nani, o avançado do Málaga acertou no ferro e Pepe, na recarga, chutou para as nuvens.
69’ Cartão amarelo para Kaçe e Nani, por conduta antidesportiva.
67’ Cartão amarelo para Mavraj, por derrubar Éder à entrada da grande área.
66’ Substituição na Albânia. Saiu Kukeli e entrou Kaçe.
65’ Remate cruzado de Nani, para Berisha segurar.
65’ Portugal ainda não fez um único remate enquadrado com a baliza num lance de bola corrida.
62’ Fábio Coentrão tenta o remate, novamente ao lado do alvo.
59’ Remate forte de Nani, ao lado do alvo.
57’ Ricardo Horta atira para a bancada, na sua primeira intervenção na partida.
56’ Substituição em Portugal. Saiu William Carvalho e entrou Ricardo Horta, em estreia na seleção.
54’ Paulo Bento mandou Ricardo Horta aquecer. O avançado junta-se a Miguel Veloso nos exercícios.
52’ GOLO DA ALBÂNIA! BEKIM BALAJ FAZ O 0-1! Que grande golo da seleção visitante! De primeira, com um remate à meia volta, o ponta-de-lança faz um golaço e “castiga” Portugal.
51’ Nani desiste de um lance de ataque, reclamando uma falta que não foi assinalada.
48’ Cruzamento perigoso de Roshi e Balaj falha o desvio por pouco. Quase marcava, a Albânia.
47’ William Carvalho, sozinho e com espaço para atirar à baliza, remata muito mal e falha o alvo.
46’ Início da segunda parte. Bola para Portugal.
- Substituição na seleção nacional. Saiu Vieirinha e entrou Ivan Cavaleiro. Portugal deverá passar para 4x1x2x1x2, com Nani no apoio a Éder e Cavaleiro.
45+3’ Intervalo em Aveiro, com 0-0 no marcador.
45+2’ Pepe cabeceia ao segundo poste, na sequência de um bola parada, mas errou o alvo.
45+1’ Paulo Bento fala com Ivan Cavaleiro. Deverá ser opção para a segunda parte…
45’ Dois minutos de compensação…
44’ Portugal com 54% de posse de bola e oito remates, um à baliza. A Albânia ainda não rematou e tem dois ataques, contra 14 de Portugal.
42’ Nani ensaia o remate à entrada da grande área, mas a bola bate num defesa e sai para pontapé de canto.
38’ Portugal terá que melhorar muito na segunda parte para bater a 70.ª classificada da hierarquia da FIFA. A ausência de Cristiano Ronaldo não pode justificar tamanha incapacidade em criar ocasiões de golo.
36’ Portugal ainda não rematou uma única vez à baliza em lance de jogo corrido…
34’ Cartão amarelo para Xhaka. Decisão que o árbitro demorou a tomar.
33’ Entrada duríssima de Xhaka sobre João Moutinho. O cartão ficou no bolso.
31’ Ricardo Costa em progressão pela zona central e a ser desarmado na hora do remate. Foi o defesa-central quem tentou ir desequilibrar ao ataque…
30’ Cruzamento longo de Coentrão, para Pepe cabecear muito mal.
29’ Coentrão, a oferecer muita profundidade pelo flanco esquerdo, ganha pontapé de canto.
28’ Moutinho “abre” para Vieirinha, bola novamente fora.
27’ Intervenção de Rui Patrício, após mais uma perda de bola de Vieirinha.
26’ William Carvalho tenta desmarcar Vieirinha, mas a bola volta a sair pela linha de fundo.
24’ André Gomes longe de impressionar até ao momento. Só João Moutinho acelera o jogo no meio-campo da seleção nacional.
22’ Desvio de cabeça de Vieirinha, para Berisha segurar, após livre de João Moutinho.
21’ Cartão amarelo para Abrashi, por travar Nani.
20’ Albânia conquista o seu primeiro canto, cedido por Pepe.
19’ Nani, hoje capitão, na chega ao passe longe de Vieirinha. Início de jogo pouco promissor do extremo do Wolfsburg.
17’ Sete ataques para Portugal, nenhum para a Albânia. Três remates lusos, nenhum à baliza.
16’ Éder tenta o cabeceamento, após cruzamento de João Pereira, mas finaliza muito mal. É a 12.ª internacionalização, falta o primeiro golo…
15’ André Gomes tentava combinar com João Pereira, mas falhou na tabela.
15’ Mais uma excelente ação de João Moutinho, em progressão pela zona central, mas Nani não deu sequência ao lance de ataque.
13’ Nani desperdiça! Excelente jogada de João Moutinho, na recuperação e na desmarcação para Nani, mas o extremo, já dentro da grande área, atirou ao lado do alvo.
11’ Excelente abertura de João Moutinho para João Pereira, mas o lateral demorou a cruzar e ganhou o pontapé de canto.
10’ Pepe tenta o remate quase de meio-campo. Sem perigo.
9’ Coentrão tentava desmarcar Éder, mas o passe saiu mal.
8’ Diversos passes errados por parte da seleção nos minutos iniciais. João Moutinho tem novos companheiros no meio-campo e hoje não há Cristiano Ronaldo.
6’ Ricardo Costa, na sequência de uma bola parada, falha o desvio por pouco, após saída em falso do guarda-redes Berisha.
4’ Coentrão está recuperado, após receber assistência médica.
3’ Cartão amarelo para Odise Roshi, após entrada dura sobre Fábio Coentrão.
1’ O francês Ruddy Buquet apita para o início do jogo! Bola para a Albânia.
PORTUGAL: Rui Patrício; João Pereira, Ricardo Costa, Pepe, Fábio Coentrão; William Carvalho, João Moutinho, André Gomes; Nani, Vieirinha e Éder. Suplentes: Eduardo, Anthony Lopes, André Almeida, Neto, Rúben Vezo, Antunes, Miguel Veloso, Pedro Tiba, Raúl Meireles, Adrien Silva, Ivan Cavaleiro e Ricardo Horta.
ALBÂNIA: Berisha; Mavraj, Hysaj, Agolli, Lenjani; Cana, Kukeli, Xhaka; Abrashi, Balaj e Roshi. Suplentes: Sheshi, Lilla, Çurri, Shala, Vila, Kaçe, Kapllani, Cikalleshi, Gashi, Salihi e Vajushi.
Depois do fracasso no Mundial 2014, Portugal dá neste domingo o pontapé de saída na sua campanha de qualificação para o Euro 2016, num jogo contra a Albânia, no Estádio Municipal de Aveiro.
Para esta primeira partida do Grupo I, com início às 19.45, o selecionador Paulo Bento tem todos os jogadores convocados à disposição, exceto Bruma - o elemento excluído dos 24 -, depois de Pepe e Fábio Coentrão terem ultrapassado pequenos problemas ao longo da semana.
Portugal vai iniciar esta campanha sem o extremo Cristiano Ronaldo, já que o capitão de equipa está com problemas físicos e foi um dos sete “mundialistas” que ficaram fora dos convocados, alguns por lesão e outros em provável fim de ciclo na seleção.
Paulo Bento incluiu algumas novidades na seleção, chamando, por exemplo, Adrien, uma das ausências mais notadas no Brasil, e jovens como Rúben Vezo, Pedro Tiba e Ricardo Horta - estreantes - ou Ivan Cavaleiro, André Gomes e Bruma. No entanto, Danny, estrela do Zenit, continua sem ser chamado e sem qualquer explicação para tal, além de Ricardo Quaresma.
De fora, além do capitão, ficaram mais sete jogadores que estiveram no Brasil: Beto, Rúben Amorim e Bruno Alves, lesionados, e Hélder Postiga, Hugo Almeida e Varela, sem competição, estando também ausente Rafa, chamado aos sub-21.
Portugal e Albânia defrontam-se a partir das 19.45, no Estádio Municipal de Aveiro, em jogo da primeira jornada do Grupo I de apuramento para o Campeonato Europeu de 2016, do qual também fazem parte Sérvia, Dinamarca e Arménia.

Jogador morre após ser atingido por projétil no relvado - Desporto - DN

O avançado camaronês Albert Ebossé morreu sábado, aos 24 anos, na sequência dos ferimentos provocados por um projétil lançado das bancadas durante um jogo do campeonato argelino de futebol.
Depois de terminado o encontro entre o anfitrião JS Kabylie, clube de Ebossé, e o USM Alger, da segunda jornada do campeonato, os adeptos do clube da casa, que perdeu por 2-1, começaram a arremessar objetos para o relvado.
Nessas manifestações de desagrado, um projétil acabou por atingir Ebossé, que foi imediatamente transportado para o hospital de Tizi Ouzou, a cerca de 110 quilómetros da capital Argel, onde viria a falecer.
Ebossé apontou o golo solitário da equipa da casa e na época anterior foi o melhor marcador do JS Kabylie, onde chegou em 2013.
O ministério do Interior da Argélia já ordenou a abertura de um inquérito para investigar o caso.

Load more posts


Flag Counter