1. O avançado camaronês Albert Ebossé morreu sábado, aos 24 anos, na sequência dos ferimentos provocados por um projétil lançado das bancadas durante um jogo do campeonato argelino de futebol.
    Depois de terminado o encontro entre o anfitrião JS Kabylie, clube de Ebossé, e o USM Alger, da segunda jornada do campeonato, os adeptos do clube da casa, que perdeu por 2-1, começaram a arremessar objetos para o relvado.
    Nessas manifestações de desagrado, um projétil acabou por atingir Ebossé, que foi imediatamente transportado para o hospital de Tizi Ouzou, a cerca de 110 quilómetros da capital Argel, onde viria a falecer.
    Ebossé apontou o golo solitário da equipa da casa e na época anterior foi o melhor marcador do JS Kabylie, onde chegou em 2013.
    O ministério do Interior da Argélia já ordenou a abertura de um inquérito para investigar o caso.

     




  2. Josh Ho-Sang’s shootout goal at Biosteel Camp [x]

    (Source: jodrouin, via bigzeecharazard)

     





  3. O investigador português Pedro Morouço, docente da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) acaba de ser distinguido nos EUA com o prémio Hans Gros New Investigator Award, atribuído pela Sociedade Internacional de Biomecânica do Desporto e que premeia os melhores jovens investigadores desde 1990 na interligação da ciência com a aplicação prática.

    Pedro Morouço, que é também cientista do Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto (CDRsp), é o primeiro português a ser, até hoje, agraciado com este galardão, tendo-se destacado entre 36 candidatos oriundos de todo o mundo durante um evento organizado pela Sociedade Internacional de Biomecânica do Desporto.

    O investigador português foi premiado após a apresentação de um trabalho sobre a influência da biomecânica no sucesso desportivo em natação, realizada perante 250 membros daquela sociedade em Johnson City, no Tennessee, EUA, que avaliaram outras tantas investigações acerca da mesma temática.

    "Tendo em consideração que são vários os fatores que influenciam o sucesso na natação, os nossos estudos demonstraram a vantagem de uma avaliação mecânica sistemática no diagnóstico de indicadores que deverão ser tidos em conta no planeamento e prescrição do treino, como, por exemplo, as assimetrias entre os membros superiores direito ou esquerdo ou em défices de força dos membros superiores e/ou inferiores", explica Pedro Morouço em comunicado enviado ao Boas Notícias pelo IPLeiria.

     





  4. O Comité Olímpico de Portugal (COP) está à procura de uma imagem gráfica e de uma mascote que representem a equipa portuguesal. As melhores propostas serão selecionadas e votadas na sua página de Facebook.

    Com esta iniciativa, o COP pretende apoiar a Equipa Olímpica de Portugal, através da “divulgação de uma imagem mobilizadora a ser utilizada em materiais promocionais”.

    Entre os critérios que o júri do concurso terá em consideração estão a “coerência e harmonia na imagem da mascote, símbolo e logótipo da Equipa Olímpica de Portugal”, a criação de uma “imagem intemporal, jovem e apelativa” e de ideias que promovam o “apoio permanente” à equipa nacional.

    As candidaturas podem ser apresentadas a partir do dia 01 de Setembro e terão como data limite de entrega o dia 06 de outubro 2014.

    O vencedor vai receber um prémio de 5.000 euros e a uma viagem, com estadia paga, ao Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça.

     





  5. Organisers of the Qatar 2022 World Cup are concerned at a report highlighting that some migrant workers building one of the stadiums are being paid as litttle as 85 cents a day.

    The report in the Guardian newspaper pointed out the low-pay issue while adding that some workers have had their passports held by the Amana Qatar Contracting Company, their employers.

    The act goes against the Qatar 2022 workers charter which states that all workers should have possession of all their personal documents.

    The Guardian article states that “the pay rate appears to be in breach of the tournament organisers’ own worker welfare rules and comes despite the Gulf kingdom spending £134bn on infrastructure ahead of the competition”.

    In response, the Qatar 2022 Supreme Committee said that it “takes allegations of labour regulation violations very seriously. The SC is actively looking into the matters raised by the Guardian concerning the contractor Amana. Since we first bid to host the FIFA World Cup we have worked tirelessly to ensure and improve the welfare of workers and to be a catalyst for sustainable social progress”.

    There is also a FIFA investigation carried out into the awarding of the 2018 and 2022 World Cups. Qatar organisers have repeatedly denied any wrongdoing in the build-up to the bidding process for the tournament and are confident that it will take place in Middle Eastern country.

     





  6. FIFA President Sepp Blatter has challenged his critics to “take a risk” and stand for election against him next year.

    Blatter did not identify potential rivals in the ballot scheduled for May but he appeared to target UEFA President Michel Platini who publicly withdrew his backing ahead of the World Cup in June.

    "Don’t speak, go out and fight, then you will see,” Blatter told reporters at his annual charity football tournament. "People, they say I should not be a candidate or I should not be elected. They can take the risk to be in the election.”

    Platini had said that “FIFA needs a breath of fresh air” as he, and some other European football leaders, urged Blatter to stand aside at a hostile UEFA meeting in Brazil. They reminded Blatter of a 2011 promise to leave FIFA in 2015.

    Blatter plans to confirm he is a candidate for a fifth term before the January deadline.

    "Now I say (to) other people, if they want to take the risk, then take the risk,” Blatter said. "That is good. And I am happy to fight. But if you take the risk you also have the chance to lose.”

    If Platini opts not to run, UEFA could field another candidate such as Netherlands football federation president Michael van Praag, who spoke against Blatter in Sao Paulo.

     





  7. CR7 não pode estar presente no lançamento do livro da mãe, mas Dolores Aveiro garante que o filho sabia de todo o conteúdo de Mãe Coragem. Até a parte em que ela quis abortar de CR7
    “Os meus filhos apoiaram-me muito no livro. O Cristiano Ronaldo também sabia de tudo e brincou com a parte em que eu falo do aborto e até disse: ‘Vê lá tu, mãe, querias abortar de mim e sou eu que sustento esta casa toda”, disse Dona Dolores a rir-se, na apresentação do livro Mãe Coragem, no Hotel Pestana Palace.
    Kátia Aveiro, que foi das primeiras a chegar, sublinhou que sente muito orgulho na mãe e explicou a ausência de Ronaldo. “Ele não está porque foi para a China fazer um trabalho de publicidade. Vai lá ficar dois ou três dias e a seguir vai para os Estados Unidos para a pré-época do Real Madrid”, conta a cantora.
    Tony Carreira, que veio de propósito de Paris, apareceu de surpresa e fez questão de chegar a tempo de dar um abraço a Dolores Aveiro. “É uma grande amiga de quem eu gosto muito e admiro imenso”, frisa o cantor.
    Na primeira fila estava Cristiano Ronaldo Junior que esteve sempre atento ao que a avó fazia, acenando-lhe com a mão e sorrindo-lhe. Assim que terminou a apresentação, correu para os seu braços.

     





  8. Pinto da Costa está “muito satisfeito” com a forma como a pré-época do FC Porto tem decorrido, tecendo rasgados elogios à entrega e determinação dos jogadores e do novo treinador, Julen Lopetegui.

    À margem do estágio realizado pelos azuis e brancos em St. George’s Park, a casa das selecções de Inglaterra, em Burton Upon Trent, o presidente dos dragões confessa-se entusiasmado com a preparação da equipa para a nova temporada.

    "A resposta da equipa foi excelente. O trabalho tem sido muito duro, com uma intensidade tremenda. O que me entusiasma é que os jogadores corresponderam fisicamente e que terminaram as duas sessões alegres e conscientes de que estão a passar por grandes dificuldades, mas para bem deles. Tem sido um grupo fantástico e estou muito satisfeito. O treinador tem tido uma acção fantástica sobre eles [jogadores], com uma grande ligação da equipa técnica com os jogadores. Estou muito satisfeito com tudo a que tenho assistido", afirmou Pinto da Costa, em declarações ao PortoCanal.

     





  9. Médio argentino fixou preço para permanecer no Benfica.
    “Enzo Pérez quer ganhar dois milhões de euros/ano, limpos (quatro milhões brutos), para continuar de corpo e alma no Benfica e esquecer os dois 2,2 milhões de euros livres de impostos que o esperam no Valência”, escreve o Correio da Manhã.
    O jornal refere que este montante, “a ser aceite pela SAD, igualaria os de Jorge Jesus e Garay, já transferido para o Zenit”.
    “Com esta exigência, o próprio Enzo (28 anos) torna praticamente inviável o desejo de Jesus contar com ele. ‘Se sair mais algum jogador, eu também vou’, afirmou o treinador após a derrota com o Valência (1-3) na Emirates Cup”, recorda o Correio da Manhã. Este diário refere ainda que o “técnico esteve reunido com o presidente Luís Filipe Vieira, os adminstradores Rui Costa e Domingos Soares Oliveira, e Lourenço Coelho (director-geral), com o tema das vendas de Enzo e Gaitán em cima da mesa”.

     





  10. O lateral esquerdo Eliseu saiu lesionado ainda na primeira parte. Ao intervalo, os gunners já venciam por 4-0. Gaitán fez o golo de honra. Há razões para Jorge Jesus estar preocupado.
    Terminou o jogo. O Benfica foi goleado por Arsenal num jogo onde ficou mais uma vez provado que esta equipa ainda tem muito trabalho pela frente e em que os reforços contratados estão muito longe do valor dos elementos que saíram do plantel. Tudo isto a uma semana do primeiro jogo oficial da época, dia 10, frente ao Rio Ave, para a Supertaça. Esta foi a quinta derrota em sete jogos realizados na pré-temporada.
    90’+1 Final do Encontro! Benfica perde por 5-1 com o Arsenal.
    90’ Remate ao poste de Akpom! Grande jogada de Alexis Sanchéz e Carzola.
    88’ Canto para o Arsenal. Cabeceamento de Mikel e a bola vai à barra.
    86’ Livre cobrado por Bebé, a bola leva muito perigo para a baliza londrina, mas acaba por embater nas malhas laterais.
    84’ Substituições na equipa do Benfica. Saiu Gaitán e entrou João Teixeira; Saiu Rúben Amorim e entrou João Cancelo e saiu Lima e entrou Derley.
    83’ Cartão Amarelo para Benito, entrada dura para travar uma jogada de contra-ataque.
    81’ Remate de Maxi Pereira, com o pé esquerdo, a bola embate no poste direito e sai pela linha de fundo. Pontapé de Baliza para o Arsenal.
    80’ Livre para o Benfica. Bebé remata com muito perigo e Martinez com dificuldade concede canto para o Benfica.
    79’ Lançamento longo de Maxi Pereira, a bola sobra para Gaitán que de calcanhar tenta reduzir o marcador. Martinez agarra a bola.
    76’ Remate perigoso de Santi Carzola à entrada da área, mas Artur consegue segurar o esférico.
    73’ Substituições na equipa do Arsenal. Saiu Nacho Monreal e entrou Miquel; Saiu Campbell e entrou Alexis Sanchéz e saiu Sanogo e entrou Akpom.
    72’ Cruzamento rasteiro de Bebé para Lima, mas o remate sai muito mal por cima da baliza do Arsenal.
    66’ Remate em jeito de Candeias pelo lado esquerdo ofensivo encarnado, mas Martinez defende a bola em dois tempos.
    61’ GOLO DO BENFICA! NICO GAITÁN FAZ O 5-1! Lançamento comprido de Maxi Pereira, Bebé desvia a bola para o centro da área e Gaitán sem oposição empurra de cabeça para o fundo das redes.
    59’ Substituições na equipa do Arsenal. Saiu Rosicky e entrou Coquelin; Saiu Ramsey e entrou Wilshere e saiu Flamini e entrou Arteta.
    58’ Dupla Substituição no Benfica. Saiu Ola John e entrou Candeias e saiu Talisca e entrou André Almeida.
    56’ Substituição no Benfica. Saiu Salvio e entrou Bebé.
    54’ Remate rasteiro à meia distância de Talisca, mas muito fraco e fácil de segurar para Martinez.
    51’ Remate de Salvio à entrada da área do Arsenal, mas a bola sai pela linha de fundo sem perigo, pontaoé de baliza para os londrinos.
    48’ GOLO DO ARSENAL. SANOGO FAZ O 5-0 PARA O ARSENAL! REGISTA O SEU 4 GOLO NA PARTIDA.
    46’ Canto para o Benfica. Cabeceamento muito perigoso de Sidnei, mas Calum Chambers corta, canto para o Benfica.
    46’ O árbitro apita para o início da segunda parte. Bola para o Benfica.
    45’ Substituição no Arsenal. Saiu Oxlade-Chamberlain e entrou Santi Carzola.
    Intervalo no Emirates com o Benfica a perder 4-0. A equipa de Jorge Jesus, sobretudo o setor defensivo, está a ter uma atuação para esquecer. Frente ao adversário mais forte dos jogos realizados esta pré-temporada, estão a notar-se as deficiências da equipa.
    45+1’ GOLO DO ARSENAL. SANOGO FAZ O 4-0!
    44’ GOLO DO ARSENAL. GOLO DE SANOGO, 3-0!
    40’ GOLO DO ARSENAL. CAMPBELL FAZ O 2-0!
    34’ Gaitán descobre Salvio, que de primeira remata com perigo, o guarda-redes Martinez (Arsenal) segura o esférico.
    26” GOLO DO ARSENAL. SANOGO FAZ O 1-0! Ramsey ultrapassa Benito, cruza rasteiro para a Sanogo que se livra da marcação de Sidnei e encosta de calcanhar.
    23’ Livre batido por Talisca, bola sai pela linha de fundo.
    23’ Falta de Campbell sobre Gaitán.
    21’ Cartão amarelo para Nacho Monreal, por atingir Gaitán.
    19’ Substituição no Benfica. Saiu Eliseu (Lesionado) e entrou Benito.
    16’ Passe de Ramsey a isolar Campbell, mas falha o remate.
    13’ Remate perigoso de Rosicky ao lado da baliza de Artur.
    12’ Canto para o Arsenal.
    10’ Remate muito perigoso de Gaitán à entrada da área. Com o pé esquerdo a embater na trave do Arsenal.
    2’ Lance duvidoso na grande área encarnada, Eliseu encostou o corpo a Campbell, mas o árbitro nada assinalou.
    1’ Falta de Flamini sobre Gaitán.
    1’ O árbitro apita para o início do jogo! Bola para o Arsenal.
    Já são conhecidos os onzes das duas equipas, com nota para o facto de Cardozo nem sequer estar no banco, já que o avançado paraguaio está a caminho do Trabzonspor, da Turquia. Lima vai jogar sozinho no ataque.
    Benfica: Artur; Maxi Pereira, Sidnei, César e Eliseu; Talisca e Rúben Amorim; Salvio, Gaitán e Ola John; Lima.
    Arsenal: Martínez; Bellerin, Chambers, Monreal, Gibbs; Flamini, Campbell, Ramsey, Rosicky, Oxlade-Chamberlain e Sanogo

     



Flag Counter